SGF SEBRAE
Pesquisas espaciais

Há 60 anos era criada a Organização Europeia de Pesquisa Espacial

Mais países entraram na organização internacional, chegando a 22 Estados membros

15/06/2022 11h40Atualizado há 1 semana
Por: Carlla Morena
Fonte: Sheily Noleto
13

Em meados dos anos 1950, os soviéticos deram início à corrida espacial. Logo depois, foi a vez dos Estados Unidos. E, em 14 de junho de 1962, dez países europeus assinaram um acordo de cooperação internacional para pesquisas espaciais. Durante uma convenção realizada em Paris, foi criada a Organização Europeia de Pesquisa Espacial. Esse foi o primeiro passo para que a cooperação entre os países europeus levasse à consolidação da Agência Espacial Europeia na década de 1970.

Os primeiros esforços para incluir a Europa na corrida espacial começaram com o físico italiano Edoardo Amaldi e o físico francês Pierre Auger. Em 1961, os governos europeus reuniram representantes na primeira Comissão Preparatória Europeia para Pesquisa Espacial. 

No ano seguinte, quando a Organização Europeia de Pesquisa Espacial foi criada, Bélgica, Dinamarca, França, Alemanha, Itália, Holanda, Espanha, Suécia, Suíça e Reino Unido entraram como países-membros. Áustria e Noruega participaram como observadores.

Duas décadas depois, em 1975, os objetivos da Organização Europeia de Pesquisa Espacial e da Organização para o Desenvolvimento do Lançador Europeu foram combinados e deram origem à Agência Espacial Europeia com grandes projetos que não tinham dado certo, numa tentativa de desenvolver um enorme foguete.

Mais países entraram na organização internacional, chegando a 22 Estados membros. Na Europa, já em 2022, as indústrias espaciais oferecem postos de trabalhos para 40 mil pessoas diretamente e 250 mil indiretamente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias